domingo, 30 de janeiro de 2011

QUAL A INTERPRETAÇÃO CORRETA DE: "OBEDIENCIA QUERO E NÃO SACRIFICIO".??

Oséias 6.6Obediencia quero, e não sacrifício.

Interpretação popular
:


A palavra "sacrifício", neste texto, tem sido interpretada como esforço. Lamentavelmente, muitos crentes têm usado este versículo para se safar de algum trabalho na igreja, que eles sentem que vai requerer-lhes um grande esforço pessoal: "Deus não quer sacrifício", dizem eles.



Considerações:

a) Os sacrifícios citados neste texto referiam-se à oferenda de animais no templo, conforme prescrito na lei de Moisés. Não tem nada a ver com a idéia de esforço.

b) Nesta declaração Deus não estava acabando com os sacrifícios (isso só viria a acontecer quando da morte de Jesus, o sacrifício perfeito, definitivo, que Deus aceitou).

c) Neste versículo Deus estava dizendo para o povo que não adiantava ficar oferecendo um monte de sacrifícios no templo e, ao mesmo tempo, estar vivendo em pecado e deixando de usar de misericórdia para com os necessitados, os órfãos e as viúvas.

d) O 
esforço pessoal é amplamente ensinado nas Escrituras. Se o cristão não se esforçar ao máximo, pouco ou nada conseguirá em sua carreira. Leia estes versículos: Marcos 12.30, Lucas 14.23, Lucas 16.16, Romanos 2.6, Romanos 4.4, I Coríntios 3.10-15, I Coríntios 9.27, Tito 3.8, Hebreus 10.24, Hebreus 11.34, Tiago 2.17, II João 1.8, Apocalipse 22.12.


Interpretação correta:


Deus não estava acabando com os sacrifícios no templo, mas, sim, lembrando ao povo que todo aquele ritualismo era completamente vazio e sem significado se não viesse acompanhado de uma vida piedosa e de atos de misericórdia para com os desfavorecidos.

Quanto ao esforço pessoal, a Bíblia é clara: o crente tem que se esforçar, e muito. Até o ponto de fazer, não um, mas diversos "sacrifícios" pessoais para colocar o reino de Deus em primeiro lugar em sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário